Poeira nos Olhos

( John Coltrane / Nasi )

 

Poeira, 
poeira nos olhos queima
Areia,
cegueira da alma inteira
Mentir pra si não tem perdão

O ego,
seu ego de pinga-fogo
É cego!
Mas vê o sinal vermelho
Mentir pra si não tem perdão

A gana,
a gana da grana engana
Que gana!
Que deita teu corpo ao vento
Mentir pra si não tem perdão