Nas Asas do Desejo

( Nasi / Johnny Boy )

 

Nas asas do desejo
Eu segui sem direção
Soltei a vida ao vento
Sem saber que era em vão
Tudo muda com o tempo
Se morre a cada estação

Nas asas do desejo
Segui sempre sem razão
Me vendendo por um beijo
Já sabendo ser em vão
Ninguém muda só com o tempo
Se morre a cada estação

Sem querer compactuar
Com aquela triste estória velha
Eu faço amor, não quero guerra
Eu nunca quis prender ninguém

Das asas do desejo
Vi cair meu coração
Seus cacos foram ao vento
Meu amor foi todo em vão
Eu nem vi passar o tempo
Morreu mais uma estação

Sem querer compactuar
Com aquela triste estória velha
Me faça amor, eu quero trégua
Eu nunca quis perder ninguém

Sem querer compactuar
Com aquela triste estória velha
Me faça amor, eu quero trégua
Eu nunca quis perder ninguém
Eu nunca quis prender ninguém