Dos Males o Menor

( Nasi / Johnny Boy )

 

Acordei já bem tarde
A noite foi longa
Sou o cinzeiro cheio
E a garrafa vazia
Procurei-te a meu lado
Já estava com fome
Só encontrei seu recado
E ela errou o meu nome

Mas dos males o menor
Mas dos males o menor
Mas dos males o menor
Ela saiu sem me roubar

Procurei meus sapatos
Meu cigarro gitanes
Nada havia em  meu quarto
Nem minha meias de lã
Me lembrei desolado
Do recado na cama:
"Nem só de pão vive um homem,
também não uma dama"

Mas dos males o menor
Mas dos males o menor
Mas dos males o menor
Ela saiu sem me matar