Tudo de Mim

( Gaspa / Edgard Scandurra )

 

Quando estás junto a mim
E o silêncio é quebrado pela nossa respiração
Ofegante
Trêmula
E o frio da noite se transforma em nosso suor e
Não quero mais
Que isso acabe
Seu olhar se dirige ao meu
Seu sorriso, tímida.
As suas mãos conhecem o meu prazer
E tudo que eu posso fazer é retribuir o seu carinho
Te dando o maior amor que alguém já pôde sentir
Não quero mais isso acabe nunca mais
O seu olhar que se dirige ao meu
Por que eu gosto
Do seu cheiro
Gritos, gemidos...ah
E o meu coração
Batendo em suas costas
E a vida então surgindo de ti
Não quero mais que isso acabe
Nunca mais que isso acabe
O seu olhar que se dirige ao meu
E tudo que eu posso fazer é retribuir
O seu carinho
Te dando o maior amor que alguém já pôde sentir
Deixo tudo de mim
Deixo tudo de mim
Deixo tudo de mim