Para Ser Humano

( Edgard Scandurra )

 

Para ser humano não precisa ser um herói
Basta ser humano como qualquer um de nós
Para ser humano não precisa ser tão racional
Basta ser humano e apelar para o emocional

Para ser humano não precisa se esforçar
Basta acenar com a mão
E a cabeça balançar

Pode até mentir, pode até chorar
Pode até sorrir, pode até matar

Para ser humano, basta ser humano

Para ser humano
De falar que é o tal
Que é o senhor do mundo
O rei do carnaval

Para ser humano
De se corromper
Pois é sempre a um preço baixo
Que você vai se vender

Não é só comer e beber
Não é só comemorar
Tem que olhar pra sí
E não se enganar
Porque esse é um mundo injusto
A se autodetonar
Porque esse é um mundo incerto
Que seus filhos vão habitar

Para ser humano não precisa ser um herói
Basta ser humano como qualquer um de nós
Pode até trair, pode até roubar
Pode até sofrer, pode até amar

Para ser humano, basta ser humano

Para ser humano
Veja o mundo afinal
Sempre à beira do abismo
O apocalipse NOW!
De um lado o racismo
Do outro o populismo
Um mundo sexista
Um mundo chauvinista

Tente se reerguer
Tente se estruturar
Olhe para o ser humano
E tente nele confiar
Porque esse é um mundo injusto
A se autodetonar
Porque esse é um mundo incerto
Que seus filhos vão habitar