Clandestino

Compartilhe:
[mp3player width=300 height=78 config=song.xml playlist=s_clandestino.xml]

( Edgard Scandurra / Gisele Carmo )

 

Hoje eu quero parar por que o belo não existe
O que existe é tudo podre
Vejo fantasmas da rotina
E o pior esta pra acontecer

Hoje eu quero parar por que o odor já me atingiu
E as estradas não se cruzam pois o caminho é um só
E o pior esta pra acontecer

A burguesia me atinge, me atira contra a parede
Quando o sonho é impossivel não se tarda pra morrer
E o pior esta pra acontecer