Ciganos

( Gaspa / Nasi / André Jung / Alvim Lee )

 

Quem sabe um dia vamos
Correr o mundo sem estarmos sós
Parece estranho o tempo
Que a cada dia é mais veloz

Somos ciganos do amor
Amor cigano
Sigamos então

O céu é nosso teto
O seu amor, o nosso pão
Rios e mares vão
Se transformar em nosso chão

Somos ciganos do amor
Amor que não tem país, nem tem religião
Amor cigano,
Sigamos então

Vamos deixar correr
Seguir o rumo
Da nossa sorte

Para não se perder 
Deixar viver será seu norte