O Monstro

( Edgard Scandurra / Taciana Barros )

 

Para surpreender um monstro
é preciso conhecê-lo muito bem
Hoje não corro atrás do medo,
deixo que ele venha ao meu encontro
Hoje não ergo muros imaginários
para entrar de cabeça neles
Deixe o nosso amor em paz, 
escrito por baixo da testa
Por baixo da pele, 
tatuado no pensamento